Cinema Condes agora Hard Rock Café

A imagem de John Lennon em azulejo e um casaco de "bobby" londrino autografado por George Harrison e Ringo Starr são algumas das peças de decoração do Hard Rock Cafe que abre em Lisboa no dia 10 de Junho, dia de Portugal.
O casaco não foi utilizado pelos Beatles, mas foi usado no filme "Help!".
A Torre de Belém, a Ponte 25 de Abril, o Padrão dos Descobrimentos e o Arco da Rua Augusta são os símbolos portugueses que integram o logotipo do Hard Rock Café de Lisboa, cuja abertura ao público está prevista para o dia 10 de Junho no antigo cinema Condes.
Uma bola de futebol faz igualmente parte do logotipo, constituindo o “o” de “Lisbon”.
Quanto à decoração interior do restaurante, internacionalmente conhecido pelas peças de colecção, a peça “mais espectacular” é um Cadillac descapotável cor-de-rosa, de 1959, que pertenceu ao antigo campeão de Indycar, Al Unser Snr.
O carro ficará suspenso ao contrário no tecto, mostrando os cromados e os estofos de couro.
A arquitectura interior respeita a função original do edifício – um cinema - e no âmbito da música rock dá especial relevo a cinco figuras em azulejo,

John Lennon, Madonna, Tina Turner, Jimi Hendrix e Elvis Presley, indo ao encontro do “gosto português pelo azulejo”.
Da longa lista de objectos de colecção que estarão presentes no Hard Rock Café de Lisboa, constam um casaco dos Beatles autografado por George Harrison e Ringo Starr, calças de David Bowie e Eminem, uma camisa dos Led Zeppelin, um fato de Elton John, usado no Brasil em 1995.
Há ainda uma bateria dos Gun and Roses, guitarras de Richie Sambora (Bon Jovi), Gene Simmons (Kiss), Tom Petty, Dan Estrin (Hoobastank), entre muitas outras peças.
Um dos instrumentos mais vistosos é uma guitarra Gibson especial do 100/0 aniversário, autografada por vários músicos.
O primeiro Hard Rock Cafe foi fundado a 14 de Junho de 1971, em Londres, sendo o único da capital londrina com filas de entrada à porta.
A iniciativa pertenceu a dois judeus norte-americanos, Isaac Tigrett e Peter Morton, desalentados por não terem encontrado na Europa a comida que consumiam e apreciavam nos Estados Unidos.
“Encontrar um hamburger na Europa era como procurar um ‘crepe suzette’ em Nova Iorque”, explicaram.
Conta a história que a ideia de colocar nas paredes dos restaurantes valiosíssimas peças de colecção da história do rock surgiu logo em 1971, quando Eric Clapton, cliente habitual do restaurante de Londres, pediu a um empregado que o deixasse pendurar a guitarra na parede para personalizar o lugar que mais lhe agradava no bar, no que foi atendido.
Na semana seguinte, outro guitarrista famoso, Pete Townshend, dos Who, enviou a sua guitarra para o restaurante com uma nota: “a minha guitarra é tão boa como a de Eric”.
Hoje em dia a colecção do Hard Rock é a mais valiosa de todo o Mundo, sendo um verdadeiro museu de música ao vivo e em constante mutação.
A harmónica de John Lennon pode ser vista hoje em Bali e amanhã em Estocolmo, uma guitarra autografada de Kurt Cobain pode estar agora pendurada em Pequim e depois em Lisboa.
O Hard Rock Cafe de Lisboa organiza a 15 de Junho uma festa de inauguração.


In Beatles Brasil Maio 2003

 

Paulo Ferreira
Lisboa