Salão Pathé
Esquina da Rua Conceição e Rua D. Carlos (actual José Falcão)
Agosto 1907
?
Segundo um Jornal Portuense, na inauguração do Pathé a "enchente foi completa, nas sucessivas sessões, saíndo todos satisfeitos das magníficas vistas exibidas e da bela instalação do salão, que é a mais completa, confortável e elegante que hoje existe o Porto. Hoje foram montados ventiladores dos mais aperfeiçoados para refrescar completamente o recinto", era frequentado pela burguesia e projectava duas a três sesões diárias.